Blog


Papa defende a aliança entre professores e famílias para a educação de seus filhos

30 out 0 Atualidades . Notícias relevantes

Por ACIPRENSA – 07.09.2018

O Papa Francisco defendeu o fortalecimento da parceria entre a escola e a família e lembrou que os pais precisam de professores, e que a escola precisa que os pais atinjam seus objetivos. Diante dos desafios colocados pelo mundo de hoje, é necessário estimar os professores “como os aliados mais valiosos da família na educação” de seus filhos.

O Santo Padre fez esse pedido aos membros da Associação dos Pais Italianos, que em 2018 celebra 50 anos. Francisco destacou o trabalho feito por esta associação em favor da família e da educação, “um compromisso que você leva adiante de acordo com os princípios da ética cristã”.

O Pontífice enfatizou, principalmente, as energias dedicadas por esta associação no campo educacional. Nesse sentido, ele falou em mudar a tendência de romper a aliança entre escola e família que está ocorrendo atualmente.

Ele lamentou que hoje se fale que “as famílias não apreciam – como antes – o trabalho dos professores, e os professores, por outro lado, comentam a presença dos pais na escola como uma invasão irritante e procuram mantê-los fora considerando-os adversários”.

“Para mudar essa situação é necessário que ambos os lados superem o medo do outro e estendam a mão com generosidade. Para isso, convido você a cultivar e sempre nutrir confiança na escola e nos professores “, afirmou.

Como explicou, sem uma escola e sem professores, os pais correm o risco de “ficarem sozinhos na ação educacional e serem menos capazes de enfrentar os novos desafios educacionais colocados pela cultura contemporânea, pela sociedade, pela mídia e pelas novas tecnologias”.

É nesta área que o Papa destacou o importante trabalho desta associação de pais na Itália: “a sua presença responsável e disponível, sinal de amor não só para os seus filhos, mas também para o bem comum que é a escola, ajuda a superar muitas divisões e mal-entendidos nesta área “.

Desta forma, também avançaremos no “reconhecimento às famílias em seu papel protagonista na educação e na instrução de crianças e jovens”.

O Papa foi ainda mais longe em sua reflexão e ressaltou que “se vocês, pais, precisam dos professores, a escola também precisa de vocês, e não poderá alcançar seus objetivos sem manter um diálogo construtivo, cujo principal objetivo é o crescimento da educação com foco nos alunos”.

Finalmente, ele ressaltou que também é missão da Igreja contribuir para eliminar a solidão educacional das famílias.