Como garantir uma visita tranquila aos avós de seus filhos

A tensão e o aborrecimento que fazem parte de alguns relacionamentos familiares não devem fazer com que essas visitas sejam evitadas

 

 

As férias estão se aproximando, e muitos de nós estamos planejando visitas a parentes. Se você está pretendendo ir ver seus pais ou sogros, aqui estão algumas maneiras testadas e comprovadas de garantir um tempo tranquilo e feliz juntos, principalmente entre os avós e netos.

Em um mundo perfeito, este artigo não seria necessário. Todo relacionamento familiar seria caloroso e respeitoso – sem esforço.

Mas é claro que nem sempre essa é a realidade. Não é exatamente uma revelação chocante dizer que o relacionamento com os pais e parentes pode ser complicado. Uma pesquisa descobriu o seguinte:

“Apenas 27% dos casais disseram que se dão “extremamente bem” [com seus sogros]. Além do mais, impressionantes 70% das pessoas casadas disseram que seu relacionamento com os parentes tem causado tensão em seu casamento.”

Essas relações podem ser ainda mais tensas quando você adiciona crianças à mistura.

Pais de bebês pequenos sempre são privados de sono e, geralmente, têm pouca tolerância para qualquer crítica. Por outro lado, os avós podem ter dificuldade para entender que seus conselhos não solicitados são menos úteis do que eles imaginam. Acrescente prioridades diferentes para disciplina, educação, dieta etc., e esses relacionamentos podem parecer um campo minado.

A tensão que pode fazer parte desses relacionamentos, no entanto, não significa que as visitas não valham a pena o aborrecimento. Os avós desempenham um papel fundamental na vida das crianças, e as crianças que crescem com avós amorosos e envolvidos se beneficiam enormemente de sua influência:

“O relacionamento avô / neto é o segundo em importância emocional apenas para o relacionamento pai / filho. Algumas pesquisas mostram que até 9 em cada 10 netos adultos sentem que seus avós influenciaram seus valores e comportamentos.”

Com a óbvia exceção de situações pouco saudáveis, vale a pena o esforço extra para cultivar o relacionamento de seu filho com os avós. Incentivar o relacionamento deve ser uma prioridade para os pais, e um pouco de planejamento e preparação antecipados ajudam muito.

Agora, é claro, cada família é diferente e só você sabe o que é certo para a sua. Mas se você gostaria de algumas estratégias para uma visita tranquila e feliz com os avós de seu filho, aqui estão algumas coisas que você pode tentar:

1ESCOLHA SUAS BATALHAS

A vovó e o vovô querem ter lembranças especiais com seus filhos e, às vezes, isso pode envolver fazer as coisas de maneira diferente do que você faz em casa. Por mais que você se sinta confortável em permitir, seja uma pouco mais flexível durante a visita.

Decida com antecedência quais são suas regras não negociáveis ​​e, amorosamente, deixe os avós saberem quais são esses limites. Depois, deixe as coisas fluírem. Nutrir as relações familiares é o mais importante neste momento.

2EXPLIQUE O SEU RACIOCÍNIO

Frequentemente, as regras que você tem para sua família são diferentes daquelas que seus pais ou sogros faziam quando os filhos deles eram pequenos. Muitas coisas mudaram ao longo das décadas!

Se surgir alguma tensão sobre a diferença nas táticas de cuidado infantil, tente compartilhar informações factuais de maneira neutra. Existem muitos artigos informativos por aí explicando por que você faz as coisas da maneira que faz, em vez de como a vovó e o vovô costumavam fazer.

A princípio, sua insistência em fazer as coisas de determinada maneira pode parecer arbitrária para seus pais. Mas, uma vez que os avós entendam a razão por trás da regra, é mais provável que sejam compreensivos.

3PREPARE-SE PARA OS PONTOS PROBLEMÁTICOS

Talvez você tenha percebido que certas diferenças de hábitos ou expectativas causaram problemas em visitas anteriores. Então, antes da visita deste ano, prepare-se para amenizar esses “pontos problemáticos”.

Leve comida, atividades ou suprimentos que tornariam esses momentos tensos mais tranquilos. Por exemplo, se a vovó sempre quer assar biscoitos, mas você prefere que seus filhos evitem muito açúcar, leve suprimentos para uma receita mais saudável que eles aceitem, mas que ainda permita aquela experiência especial de cozinharem todos juntos.

4INCENTIVE A NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS DA FAMÍLIA

Pessoalmente, gosto de planejar com antecedência perguntas específicas para meus filhos fazerem a parentes mais velhos que não vemos com frequência. Por exemplo, talvez você queira que seus filhos saibam sobre a experiência do vovô crescendo em uma fazenda ou sobre a história da vovó de imigrar para a América quando jovem. Isso realmente ajuda as crianças a conhecerem seus avós e é uma maneira doce e especial de honrar as experiências da geração mais velha.

Faça uma lista rápida com antecedência para se lembrar de trazer essas coisas à tona (uma nota em seu telefone funciona bem!). Esta é uma das minhas formas favoritas de construir essa conexão entre seus filhos e seus avós, e espero que ajude os avós a saber o quanto valorizamos e apreciamos a sabedoria que eles têm a compartilhar.

 

Theresa Civantos Barber 

https://pt.aleteia.org/2021/11/08/como-garantir-uma-visita-tranquila-aos-avos-de-seus-filhos/