Como estimular a criatividade nas crianças melhora sua vida familiar

Algo incrível pode acontecer em sua casa se você estimular o artesanato, as atividades manuais e a expressão artística entre os membros da sua família

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste Natal, meu filho de 10 anos usou seu kit de ferramentas para fazer um ursinho de madeira para a irmã. Foi o presente dele para ela, que exigiu inúmeras horas para ser feito à mão. Quando terminou de esculpir, ele lixou e pintou. “É provavelmente o melhor presente de Natal que eu já dei”, declarou ele orgulhosamente. Eu concordo.

Todos os nossos filhos se inspiram na mãe em seu interesse em criar à mão todos os tipos de objetos bonitos – decorações para nossa casa, brinquedos, presentes. No mês passado, peguei minha esposa muitas vezes ficando acordada até tarde bordando figuras intrincadas para dar de presente.

Criatividade

É uma verdadeira explosão de criatividade na minha casa. Tem um mural de parede que está sendo cuidadosamente pintado. Fazemos blusas e pijamas. Construímos alguns de nossos brinquedos. Até a caligrafia foi uma moda passageira por aqui. Cozinhamos. E praticamente todo dia as mesmas músicas ressoam no teclado, seja uma ou outra criança.

Não sei como chegamos a isso, mas eu amo.

Quando criança, eu sempre quis ser pintor. Nunca cheguei lá, mas agora sou capaz de ser criativo com a escrita. É uma alegria ver meus filhos assumirem suas próprias paixões e trabalharem duro para criar beleza em nossa casa.

À medida que as crianças crescem, sua habilidade melhora. Então se desenvolve algo que vai além do universo infantil. É a criatividade séria e madura que melhorou a nossa vida, seja a comida que comemos, as flores no quintal ou as pinturas que adornam as paredes.

A sabedoria de William Morris

Vários anos atrás, quando nos mudamos para nossa casa, comprei colchas que são cobertas por desenhos de William Morris, um homem que liderou o movimento Arts and Crafts no século XIX. Ele defendeu o artesanato tradicional e a importância de ter uma casa lindamente decorada para se viver. O trabalho que ele criou continua a inspirar um grupo de entusiastas de Morris.

Ainda mais do que seu talento artístico, sou inspirado por sua filosofia, que ele resume em uma simples citação: “Se você quer uma regra de ouro que sirva em tudo, é esta: não tenha nada em sua casa que você não ache útil ou que não acredite ser bonito.”

Do jeito que eu o entendo, seu conselho é priorizar a beleza, a criatividade e a qualidade acima do consumismo e da produção em massa. Claro, ter itens bonitos e de alta qualidade em sua casa pode ser caro. Está fora da faixa de preço para a maioria de nós comprar uma obra de arte original ou móveis artesanais. Assim, o que Morris aconselha é ter menos coisas, mas de maior qualidade. Mas não se preocupe. Se não pudermos nos dar ao luxo de comprar tudo o que queremos, temos uma opção ainda melhor. Nós podemos fazer.

Claro, ninguém é especialista o suficiente para fazer tudo, mas com base no que vi meus filhos fazerem, podemos alcançar muito mais do que pensamos.

O valor de fazer coisas bonitas em casa

Há algo especial em ter uma casa cheia de beleza, sabendo que sua família contribuiu pessoalmente para o esforço que a criou. Eu valorizo as pinturas que minha filha fez mais do que os quadros de qualquer pintor profissional, pois a beleza que nossos filhos criam para o mundo é um emblema de seu amor.

Eles estão tão felizes por estarem vivos, tão encantados com a ideia de que acordam e vivem cada dia, que comemoram compartilhando a criatividade que os trouxe à existência. Eles se tornam co-criadores junto com nosso Pai Celestial. Eles provavelmente não explicariam dessa maneira – mas em sua inocência infantil, eles intuitivamente entendem.

Criatividade é calmante

Como Morris aconselha: “uma boa maneira de se livrar de uma sensação de desconforto é fazer alguma coisa. Aquela sensação desconfortável e insatisfeita é a força real vibrando fora de ordem. Isso pode ser superado dando uma expressão adequada ao seu espírito criativo”.

É exatamente assim que me sinto quando termino de escrever um artigo, como se tivesse ajudado a ordenar um pequeno pedaço do universo trazendo à expressão uma bela ideia e tornando-a real. Descobrir essa ideia, trabalhar para expressá-la bem e depois compartilhá-la com os outros me traz uma alegria sem fim.

Se você deseja expandir e expressar seu amor por estar vivo; se você está em uma fase melancólica, ou se sentindo fora de si, faça algo bonito. Se você pinta, escreve, cozinha, faz jardinagem, tricota ou esculpe pequenos ursos de madeira, tudo é mais valioso do que você imagina.

Como as crianças, cada um de nós pode colocar nosso coração e habilidade em nossos objetos de beleza escolhidos e apresentar o esforço a Deus como nossa oferta. Sem perceber, aos poucos você estará simplesmente oferecendo o melhor de si.

 

 

Michael Rennier 

https://pt.aleteia.org/2022/01/10/como-estimular-a-criatividade-nas-criancas-faz-o-mundo-melhor-e-mais-bonito/